Google, Petrobras e Nestlé são as empresas em que os jovens sonham trabalhar

Pesquisa da Cia. de Talentos com a Nexview People mostra que jovens buscam desenvolvimento profissional, fazer o que gostam e uma experiência internacional.

Google, Petrobras e Nestlé são as empresas que os estudantes ou recém-formados mais gostariam em trabalhar, segundo a pesquisa "Carreira dos Sonhos", realizada pela consultoria Cia de Talentos em parceria com a Nextview People. Quando questionados sobre o que buscam em uma empresa atualmente, 62% dos jovens apontaram desenvolvimento profissional, 55% a possibilidade de fazer o que se gosta e 48% a possibilidade de uma experiência internacional.

 

A pesquisa ouviu mais de 113 mil profissionais, em nove países da América Latina. Do total de participantes, 82 mil eram brasileiros. O levantamento mapeou os desejos dos profissionais na carreira em três níveis: jovens e recém-formados, média gestão e alta liderança. Os rankings das empresas dos sonhos de profissionais de média gestão e alta liderança têm as mesmas marcas nas três primeiras posições: Google, Nestlé e Natura. 
 

As empresas dos sonhos para os jovens: 

1. Google 
2. Petrobras 
3. Nestlé 
4. Ambev
5. ONU 
6. PwC
7. Vale 
8. Itaú 
9. Unilever
10. Globo 

 

As empresas dos sonhos para executivos de média gestão: 

1. Google
2. Nestlé 
3. Natura 
4. Petrobras
5. Unilever 
6. Vale
7. Itaú
8. Ambev 
9. Johnson & Johnson
10. ONU

 

As empresas dos sonhos para alta liderança 

1. Google
2. Nestlé
3. Natura
4. Ambev
5. Unilever
6. Globo
7. Apple
8. Johnson & Johnson
9. ONU
10. Disney 

 

De forma geral, a pesquisa apontou que os profissionais estão buscando por experiências que gerem maior aprendizado, empresas que permitam que ele aplique e desenvolva suas habilidades e propiciem uma maior integração de vida. Na prática, essa integração ocorre com flexibilidade de horário, possibilidade de home office e políticas que reconheçam que há "vida fora do escritório".

66% dos jovens, 68% dos executivos de média gestão e 77% de profissionais da alta liderança afirmam estar dispostos a experimentar novos modelos de carreira.

A principal motivação seria ganhar novos desafios e aprendizados.

Para os 41% dos jovens e 40%  executivos de média gestão, a falta de abertura das empresas para fazer algo diferente é o que mais dificulta o maior aprendizado ao longo da carreira. 

Sobre a avaliação do emprego atual, 18% dos jovens, 22% dos executivos de média gestão e 17% da alta liderança estão atualmente insastifeitos ou muito insastifeitos. Entre os principais motivos da instatisfação estão a "falta de desenvolvimento" (para 62% dos jovens e 46% dos executivos de média gestão) e "vontade de fazer algo novo" para 40% dos executivos de alta liderança.

E o que mais incomoda esses profissionais no mercado de trabalho como um todo? Segundo a pesquisa, é a falta de coerência entre o que as empresas dizem daquilo que fazem na prática - apontado por 22% dos jovens, 31% dos executivos de média gestão e 34% de executivos de alta liderança. 

http://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2017/07/google-petrobras-e-nestle-sao-empresas-que-os-jovens-sonham-trabalhar.html

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

November 4, 2019

November 4, 2019

November 4, 2019

November 4, 2019

November 1, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga 
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square

Apoiamos Profissionais Táticos e Executivos com coaching nas fases de crescimento, transição e mudança de carreira, fornecendo as ferramentas metodológicas, comportamentais e culturais para maximizar extremamente as possibilidades de sucesso.

IBRA Outplacement. Todos os Direitos Reservados.

Contatos

Telefone Geral: (31) 3018-2333

Whatsapp Business      (31) 3018-2333