50 trabalhos online mais procurados no segundo trimestre de 2017

August 24, 2017

Com os constantes ajustes do Google em seus algoritmos para pesquisa orgânica e paga, produção de conteúdo continua liderando entre os projetos da plataforma.

 

A produção de conteúdo continua na liderança de trabalhos que mais cresceram no último trimestre de 2017, segundo relatório Fast 50, principal indicador de tendências do mercado de trabalhos on-line. Realizado a cada três meses, pelo portal Freelancer.com, o relatório lista as 50 categorias de trabalho mais demandadas na plataforma.

A pesquisa analisou mais de 279 mil projetos postados no site, no período de abril a junho de 2017, um crescimento de 5% em comparação ao primeiro trimestre do ano, e revela que, cada vez mais, as PMEs têm utilizado profissionais freelancers para realização das principais funções do seu negócio.

“Os dados do Freelancer Fast 50 são os principais indicadores de tendências em empregos online relacionados à indústrias, tecnologias, produtos e empresas”, reforça Matt Barrie, CEO do Freelancer.com.

Para Tom Friedman, autor do livro O Mundo é Plano, à partir da terceirização é possível tornar um projeto possível. “Se eu tenho uma ideia, agora posso conseguir um designer em Taiwan para projetá-la. Posso terceirizar uma fábrica na China para produzir um protótipo e uma no Vietnã para fabricá-lo em massa. Posso usar a Amazon.com para realizar. O Freelancer.com para encontrar um profissional para desenvolver meu logotipo e gerenciar meu backroom. Tudo isso a preços incrivelmente acessíveis. A única coisa que não é uma mercadoria, e nunca será, é a sua ideia. E os resultados deste trimestre demonstram uma nova onda de empresários enxugando custos, que utilizam freelancers em todas as etapas do negócio para transformar uma ideia em realidade, desde a elaboração de planos de negócios, design, design do site e modelagem de produtos, até fornecedores de componentes/peças, através de marketing e vendas”, explica Friedman.

O Google recebeu duras críticas sobre a verificação, de fato, de seu algoritmo, durante as eleições dos EUA e, recentemente, respondeu com atualização do serviço Google News. No último dia 25 de junho, a atualização que impactou a internet foi a do algoritmo que classifica os sites. O que faz com que os empresários dupliquem a atualização do Google para as SERPs (Search Engine Results Page, em inglês, ou Página de Resultados, em português).

Em decorrência de todas essas mudanças, para as empresas, a necessidade de conteúdo original regular nunca foi maior. Por isso, não é uma surpresa que a busca por habilidades em ‘Word’ (32,3%, mais de 3.151 jobs publicados) e digitador (30,3%, mais de 4.118 jobs publicados) estejam tão populares neste trimestre, uma vez que a criação de conteúdo sempre foi um recurso importante para construção de marca. No entanto, à medida que as audiências on-line tornaram-se mais sofisticadas e a proliferação de fontes de conteúdo tornaram as informações menos confiáveis, os leitores estão mais atentos para discernir entre conteúdo substancial e significativo de “notícia falsa” ou “clickbait”.

Uma vez que você atraiu esse público, oferecer novos conteúdos regularmente continua sendo essencial. Com cases de engenheiros que viraram blogueiros e alcançam mais de 50 mil visualizações, justifica que o job Blog Install (18,8% de aumento e 2.888 projetos publicados) esteja entre as 10 áreas de maior crescimento. Esta área inclui usuários que desejam configurar seu próprio blog, personalizar para seu estilo pessoal e público-alvo. A Índia viu muitos transformarem esse hobby em uma profissão. Atualmente, 60% dos blogueiros indianos afirmam se dedicar em tempo integral aos blogs. Uma boa notícia para os negócios é que 97% dos entrevistados recebem bem as abordagens feitas pelas marcas. O blog é uma ferramenta a ser explorada pelas empresas e possibilita às marcas gerar maior engajamento do cliente, por meio de conteúdos úteis ao público que visita o site.

Os profissionais freelancers não estão apenas alimentando as atualizações de conteúdo, mas modelos de negócios. Os empreendedores têm utilizado freelancers não apenas para impulsionar suas estratégias de conteúdo, mas para desenvolverem seus Planos de Negócios (crescimento de 17,9%, 2.206 jobs publicados). Recentemente, têm sido publicados no Freelancer.com projetos que incluem o desenvolvimento do Planos de Negócio para uma arcada de Realidade Virtual, pois apesar de terem a ideia na cabeça, alguns empreendedores precisam de ajuda para torná-los atrativos para os investidores. Como, por exemplo, um projeto para a criação de um hospital, na Nigéria, com 200 leitos e centros de excelência em cirurgias ocular e cardiotorácica e hemodiálise. Um plano para uma nova instalação assistida em Jacksonville, nos EUA. E um estudo sobre a viabilidade de criar um novo fabricante de grandes aeronaves de passageiros, no Reino Unido.

Para Steve Blank, especialista em startups e professor de Stanford, uma tendência, principalmente da nova geração de empreendedores, é a criação de empresas com estruturas simples e, em geral, mais eficientes. A pesquisa Entrepreneur Survey aponta que quase 80% das novas empresas abertas nos EUA têm menos de 10 funcionários. Essa estrutura mais enxuta permite diminuir a carga horária da equipe e terceirizar muitos elementos-chaves do negócio.

Com o aumento das plataformas modernas, como o Medium e o Shopify (5,11%, 2.530 projetos publicados), soluções de código aberto para o gerenciamento de conteúdo tiveram queda nesse trimestre, como a Prestashop (redução de 23,7%, 1.243 projetos publicados) e Open cart (redução de 23,3%, 904 jobs publicados) para o comércio eletrônico, o Drupal (redução de 21% , 1.115 jobs) e o Joomla (19,8% para 2.298 empregos).

http://www.mundorh.com.br/50-trabalhos-online-mais-procurados-no-segundo-trimestre-de-2017/

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

November 4, 2019

November 4, 2019

November 4, 2019

November 4, 2019

November 1, 2019

Please reload

Arquivo